Blog Widget by LinkWithin

2011-11-28

Momento Lírico - Campos de Figueiredo



Dá-me as tuas mãos, e vamos
Calados pela estrada
Sob a benção dos ramos
E as flores da madrugada.

Onde houver uma fonte,
Paremos a beber
As águas de outra fonte
Ainda por nascer.

Onde houver um jardim,
Entremos, de mãos juntas,
Mas às rosas e aos lírios,
Não façamos perguntas.

Ouçamos os perfumes,
No zumbir das abelhas,
E colhamos apenas
Duas rosas vermelhas.

E guardemos as rosas,
Só para desfolhar
Nas mãos das madrugada
Que o céu poisa no mar.


Mini-Antologia, 1965

José de Figueiredo Júnior de nome literário José Campos de Figueiredo nasceu em Cernache, 6 de Maio de 1899; faleceu em Coimbra a 28 de Novembro de 1965)

Ler do mesmo autor, neste blog:
Sonho
O Milagre das Rosas
Tela Íntima
Autocrítica
Fingimento


0 comments: