Blog Widget by LinkWithin
Mostrar mensagens com a etiqueta Jogos Olímpicos. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Jogos Olímpicos. Mostrar todas as mensagens

2008-08-21

Aí está a medalha de ouro para Portugal



Nélson Évora é campeão olímpico. Eis a medalha de ouro olímpica desejada. A juntar à de prata de Vanessa Fernandes, Portugal através de outro atleta que representa o Benfica vai ver amanhã em Pequim a bandeira de Portugal no mais alto ponto do mastro principal e fazer ouvir o seu hino por milhões de pessoas que acompanham as Olimpíadas de 2008.

Évora que no primeiro salto conseguira passar à sua posição em virtude do seu salto de 17,34m passou para o primeiro lugar no segundo salto com 17,51 metros. No entanto ao final dos 3 primeiros saltos o britânico Philips Idowu comandava com 17,62 m e Leevan Sands, das Bahamas era segundo com 17,59.

No 4º. salto Nélson Évora passou para o comando com o melhor salto mundial do ano 17,67 m e não viria mais a ser ultrapassado passando a ser o quarto atleta português a conseguir ouro olímpico, depois de Carlos Lopes 1984, Rosa Mota 1988 e Fernanda Ribeiro 1996.

Curioso ainda dizer que Benfica nestes Jogos Olímpicos tem mais medalhas do que o país todo. Isto porque sendo ambos os atletas portugueses medalhados do Benfica, este clube através do futebolista Di Maria, está também representado na final olímpica do futebol pela Argentina (contra a Nigéria).

Read More...

2008-08-19

E mais umas medalhas foram à vela


Mais uma grande decepção nos trouxe os resultados do dia (da madrugada!) das Olimpíadas de Pequim. Naide Gomes falhou a qualificação no comprimento ao fazer uma marca fraquinha num salto com várias deficiências técnicas na corrida (uma corrida entrecortada com passinhos curtos), porque os dois primeiros saltos bem longos, que lhe dariam a qualificação, foram nulos por ter pisado a linha de chamada. Uma falta de adaptação à pista rápida é a explicação possível. A atleta do Sporting era uma das mais fortes esperanças a uma medalha (até de ouro vejam lá!), porque tinha a melhor marca mundial do ano.

Também Gustavo Lima partia para a «medal race» no 3º. lugar e até com possibilidades de chegar à medalha de prata mas a regata não lhe correu de feição, com a ausência de vento, e terminou ultrapassado na classificação por um italiano que lhe arrebatou a medalha de bronze. Decepcionado disse que vai abandonar a modalidade.

Também quem vai abandonar porque a A culpa não pode morrer solteira é o Presidente do Comité Olímpico Português, Vicente de Moura.

As expectativas - de quatro medalhas - talvez nem fossem muito elevadas a priori, mas os Jogos Olimpicos são provas em que uma qualquer falha corresponde ao fracasso, pelo que ninguém pode ter a certeza de nada (excepção feita a supercampeões como o campeão jamaicano nos 100m ou o nadador recordista Michael Phelps). Também já houve edições de Jogos Olímpicos em que ganhámos medalhas sem ter expectativas... Por isso... é desporto.

O que torna o panaroma desanimador, para não dizer de desalento são as explicações (?) estapafúrdias que uma (grande) parte dos atletas dão para os fracassos: «não tenho explicação», «de manhã só estou bem na caminha», «até me senti bem no final», «senti-me como um espectador não como um atleta», «estas provas não são para mim», etc, etc, prova de que a preparação para os jogos não é só a componente técnica, a componente psicológica e todo o enquadramento competitivo devia ter sido equacionado ... e ao que parece... não foi.

Salvou-se a Vanessa e ainda temos esperança numa segunda medalha de Nélson Évora. Se tal acontecer ficamos a 50% do prometido em termos de medalhas. Mas que já houve factos muito lamentáveis...

Read More...

Francesca Piccinini

FRancesca PiccininiI don't know if Italy will win a medal (Italy plays against USA for quarters of final), but Francesca Piccinini deserves it ... who doesn't agree?

Read More...

2008-08-18

Medalha de prata para Vanessa Fernandes no triatlo

Aí está! Quando já se instalava o pessimismo nacional depois da frustração no judo, no tiro e de alguma forma na vela (onde agora as perspectivas de medalhas também já são remotas), Portugal consegue a sua primeira medalha nos jogos olímpicos de Pequim e é caso para dizer que a correlação entre medalhas portuguesas e Benfica é de 100%.

No entanto, a medalha obtida não é da cor desejada. A de ouro foi para a australiana Emma Snowsill. A de bronze foi para outra australiana Moffatt.


Relato da prova:

A atleta do Benfica na prova de Natação esteve logo na segunda linha da cabeça da corrida, e cedo no ciclismo passou a formar-se um grupo que se destacou composto por cerca de 15 a 20 atletas. A suiça Ryf e duas italianas começaram a dar nas vistas neste grupo; Bennet, americana a fechar o grupo enquanto Marie Rabie, sul africana teve um problema com a bicicleta. Spirige e Ue Da recolaram ao primeiro grupo e Vanessa (que teve o dorsal 54) manteve-se nos primeiros lugares.

Com 40 minutos de prova o grupo da frente estava já muito destacado e passou a ser impossivel que as medalhas não saissem daqui. Na frente aos 45' as suiças Ryf e Spirig, Vanessa Fernandes na cabeça do grupo. A prova de ciclismo foi feita em circuito e a francesa Harrison passou à frente na 3ª. passagem pela linha de meta, com Tucker e Ueda (japonesa) nas posições imediatas de um grupo de 19 atletas com avanço de 55'' sobre outro grupo.

Na passagem da 4ª. volta foi Vanessa Fernandes à frente, uma alemã em 2º. e a suiça Spirig em terceiro, mantendo-se em 19 o número de atletas, fazendo parte Tanner (neo-zelandesa), três suiças (Ryf, Spirig e Di Marco) e três americanas, estas a fecharem o grupo (Bennet, Haskins e Ertel).

Na 5ª. volta a britânica Tucker foi a primeira enquanto mais para trás se dava uma queda que atingiu quatro atletas com uma canadiana e a russa Abysova a ficarem mais atingidas.

Ertel fica decisivamente para trás. O grupo da frente ganhou uma certa movimentação quando se aproxima o fnal da prova de ciclismo (a 3 Km).

Prova de ciclismo a terminar e Vanessa a aparecer na frente do grupo porque ela aposta na transição para o atletismo onde costuma logo adiantar-se... Hewitt a neozelandesa é a primeira a sair. Vanessa atrasou-se um pouco. Duas australianas e duas suiças no comando para os 10 Km decisivos de corrida.

Uma atleta foge e seguem-se três já a uma certa distância. Vanessa em segundo pretende não deixar fugir a australiana Snowsill que ganhou um bom avanço. Hewitt - neozelandesa - Vanessa, a americana Benett e outra australiana Moffat seguem-na. A australiana Emma Snowsill vai-se destacando e pode a medalha de ouro estar na calha para a Austrália, 15 segundos de avanço.

Vanessa ainda tem muita concorrencia para a medalha de prata. A medalha de ouro está atribuida. Benett passa para segundo e ganha vantagem a Vanessa, que não está em grandes condições. Hewitt é 4ª. Moffatt é 5ª, I De - japonesa é 6ª.

Vanessa reage a Benett e passa para segundo. Vanessa agora melhor pode tentar a medalha de prata.

Snowsill, Vanessa a 39", Benett a 44", Moffatt a 47", Ide a 50", Hewitt a 53".

Vanessa mostra grande esforço, tem de se libertar de Moffatt que ganha terreno a Benett. É uma fase decisiva. A medalha de ouro está atribuida. Falta saber-se as outras... Benett em perda é ultrapassada pela japonesa I De que está em 4º.

Snowsill completa a terceira volta, Vanessa em segundo a 57", Moffatt está a 1 o8, J Ide a 1 22 a 5ª. é Benett a 1 28", Spirig 6ª.

Grande avanço para Snowsill termina em primeiro lugar - medalha de ouro 1 58 27.
Vanessa Fernandes - medalha de prata - também à vontade a 1 06
Moffatt - medalha de bronze a 1 38
Benett recuperou o 4º. lugar USA
Ide - JPN
Spirit - Suiça
Ryf - Sui
Hewitt - NZL
Niwata - JPN
Tanner - NZL

E pronto aí está o relato de uma madrugada mal dormida.

Read More...

2008-08-08

Benjing 2008 Olympic Games 2008-08-08 08:08


And the medals «dance» competition begins!...

Read More...