Blog Widget by LinkWithin
Mostrar mensagens com a etiqueta Ide Blumenschein. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Ide Blumenschein. Mostrar todas as mensagens

2010-05-26

Quatorze versos... - Ide Blumenschein

Quatorze versos; rimas e medida
para que a forma seja sem defeito;
e, na primeira quadra - 'inda escondida -
- a imagem sugestiva ou algum conceito.

Para à segunda quadra dar efeito,
o poeta, muita vez, tem dura lida;
pois, num ritmo melódico e escorreito,
a ideia deve ser compreendida.

O primeiro terceto vai subindo
a escala da emoção e é sempre lindo,
dela trazendo a máxima expressão.

Depois, a chave-de-ouro, enclausurando
a jóia num escrínio, e revelando
o poder imortal da Inspiração!


Poema extraído de «A Circulatura do Quadrado - Alguns dos Mais Belos Sonetos de Poetas cuja Mátria é a Língua Portuguesa. Introdução, coordenação e notas de António Ruivo Mouzinho. Edições Unicepe - Cooperativa Livreira de Estudantes do Porto, 2004.

Ide (Adelaide) Schoenbach Blumenschein (nasceu na cidade de São Paulo em 26 de maio de 1882, vindo a falecer na madrugada do dia 14 de Março de 1963)

Read More...