Blog Widget by LinkWithin

2010-10-03

Ser Pedra! Não sofrer nem amar, que ventura! - Zeferino Brazil

Ser pedra! Não sofrer nem amar, que ventura!
Excelsa aspiração que merece um poema!
Ser pedra e ter da pedra a consistência dura,
que resiste do tempo à corrupção extrema!

Alma! Sopro de luz que me anima e depura,
antes tu fosses pedra: um diamante, uma gema,
não te seria a vida esta insana loucura,
esse eterno aspirar à perfeição suprema!

Homem, não mudarás! És homem, serás homem
lama vil animada, onde vive e onde medra
a venenosa flor das mágoas que consomem.

Homem sempre serás, imperfeito e corrupto. . .
E melhor é ser pedra e viver como pedra,
que ser homem assim e viver como um bruto!...


Poema extraído daqui
Zeferino Antônio de Sousa Brazil (n. em Taquari, Rio Grande do Sul a 24 de Abr 1870, m. em 3 Out 1942 em Porto Alegre, Rio Grande do Sul)

Ler do mesmo autor:
Formosura Ideal
Mãe Natureza
Zelos


2 comments:








Miguel

disse...

Ser Pedra para ter consistência para vencer as Medidas de Austeridade ...

Mas depois perdíamos a "sana" Loucura desta vida ...!

BOM FDS!
Um Abraço da M&M & Cª!





fatmagülün suçu ne son bölüm izle

disse...

thank you