Blog Widget by LinkWithin

2016-07-29

TRIBUNAL - Carlos Alberto Lopes Corrêa


não somos. estamos
à semelhança divinizante
acumulando julgamentos
todos falíveis
neste antro de réus

mútuas e recíprocas
ameaças: o que vivemos
sob códigos variados
todos volúveis
no remoinho
das verdades e mentiras
donde o mar absoluto
apenas absorve o restante
eco triturado
de muitos embates
permitindo que subsista
vaga música
- ceciliana partitura –
no tribunal sub judice

in Língua bifurkysta: 13 poemas (e um enigma), GEEC Publicações, Divinipólis, 2010
Poema extraído daqui

CARLOS ALBERTO LOPES CORRÊA nasceu em 29 de julho de 1961, em Divinópolis, Minas Gerais, Brasil