Blog Widget by LinkWithin

2011-02-23

DEDICAÇÃO À BANDEIRA AÇORIANA - Jeremias Pacheco Boleeiro


A Bandeira representa um povo,
também uma instituição qualquer
a bem dizer,não há nada de novo,
esta verdade aceita quem quiser.

Salve a linda Bandeira dos Açores,
se vê no cimo esquerdo o brasão
da Pátria portuguesa, e as cores,
que o olhar,alegra o coração.

Está também as linhas circulares;
são as rotas marítimas globais
das caravelas singrando os mares,
glória de Portugal,esquecer jamais...

Os sete castelos são um memorial,
da tomada dos mouros,no passado,
para Portugal era primordial
o solo da Pátria reconquistado...

As cinco quinas,o que representa?
São as cinco chagas de Jesus Cristo;Nisto:
em cada, seis moedas,complementa;
o preço com que Judas vendeu Cristo.

As estrelas em círculo douradas,
Qual o arco íris de belas cores,
são as nove ilhas tão consagradas,
do belo arquipélago dos Açores.

Se vê o açor em posição voante,
do alto dos céus em todas as ilhas
que chamou atenção ao navegante,
para descobrir estas maravilhas.

Cor branca é paz,amor e firmeza
na fé cristã desse povo obreiro.
de descendência bem portuguesa;
o açoriano é sério e ordeiro.

O azul está nos céus e no mar
imensa riqueza que envolve as Ilhas;
em pleno oceano a proclamar,
como são lindas estas maravilhas!

In: Testemunho Cristão de um Açoriano, 2007

Jeremias Pacheco Boleeiro, natural da Freguesia da Lomba do Loução, Povoação, onde nasceu a 23 de fevereiro de 1922


2 comments:








Anónimo

disse...

Linda poesia escrita por Jeremias e não Pacheco Boleeiro por ocasião de uma das SEMANAS CULTURAIS ACORIANOS DA CASA DOS ACORES DE SAO PAULO. JEREMIAS COMECOU A ESCREVER AOS 80 ANOS, autoditada, um exemplo de amor ã terra que o viu nascer e ã fé que professa...





Fernando Silva

disse...

Obrigado pelo comentário e observação. A referência feita erradamente ao autor no titulo do post foi corrigida. Nem fazia sentido colocar um nome no título e depois no desenvolvimento apresentar-se dados biográficos de outrém (este sim o verdadeiro autor). Reitero os agradecimentos que só posso fazer por esta via uma vez que o comentário foi colocado anonimamente.