Blog Widget by LinkWithin

2016-12-26

Cruel - Vespasiano Ramos (na efeméride do centenário da morte do poeta)

Ah, se as dores que eu sinto ela sentisse,
se as lágrimas que eu choro ela chorasse;
talvez nunca um momento me negasse
tudo que eu desejasse e lhe pedisse!

Talvez a todo instante consentisse
minha boca beijar a sua face,
se o caminho que eu tomo ela tomasse,
se o calvário que eu subo ela subisse!

Se o desejo que eu tenho ela tivesse,
se os meus sonhos de amor ela sonhasse,
aos meus rogos talvez não se opusesse!

Talvez nunca negasse o que eu pedisse,
se as lágrimas que eu choro ela chorasse
e se as dores que eu sinto ela sentisse!...


Joaquim Vespasiano Ramos (n. em Caxias, Maranhão a 13 de agosto de 1884; m. em Porto Velho, Rondônia a 26 de dezembro de 1916)