Blog Widget by LinkWithin

2016-11-16

Cinco Sentidos - Alberto d'Oliveira

Cinco sentidos são os cinco dedos
Com que o homem tacteia a escuridão,
Rodeado de sombras e segredos
De que busca, e não acha, a solução.

Mas decerto haverá mundos mais ledos
Onde outros seres, de maior visão,
Rompendo brumas, dissipando medos,
A treva finalmente vencerão.

E sendo sete as cores, e outros tantos
Os sons da escala, mas com mil matizes
Que prolongam seu eco e seus encantos,

Talvez nos seja um dia transmitido,
Por esses mundos fortes e felizes,
Um novo sexto e sétimo sentido!


Alberto de Oliveira (nasceu no Porto a 16 de novembro de 1873* e faleceu a 23 de abril de 1940, em S. Mamede de Infesta)

*Seguimos esta fonte

Não confundir com o poeta brasileiro Antônio Mariano de Oliveira (Saquarema, 28 de abril de 1857 — Niterói, 19 de Janeiro de 1937), que usou o pseudónimo literário de Alberto de Oliveira