Blog Widget by LinkWithin

2016-08-22

Consolo - Lygia Menezes

Jamais chores, mulher, jamais lamentes
a dor profunda que te punge a alma.
Não digas a ninguém o mal que sentes,
sofres em silencio e tua dor se acalma.

Nas horas longas de tormento infindo
não te deixes vencer. Mulher, canta,
disfarça sempre a tua dor sorrindo
e finge que o tormento não te espanta.

Jamais recues no meio da jornada,
prossegue até o fim do teu caminho.
— Para colher a rosa aveludada,
a mão às vezes fere-se no espinho.

Publicada no jornal Correio da Manhã, RJ, 19/09/1952.

Lygia Menezes nascida em Maceió a 22 de agosto de 1913; m. ?????