Blog Widget by LinkWithin

2016-05-19

Divagações III - Fernando Semana


O peixe sulca a água mexendo alegremente as barbatanas
A criança, com a testa encostada ao vidro, imerge...
Quando soa - e todo o equilíbrio do mundo se transforma - :
"Oh peixinho vermelho, como vieste aqui parar?"
O peixe inquieta-se, pelo seu infortúnio ou por não ter memória
A criança não se apercebe do efeito das perguntas simples
E corre em direcção da mãe… para outra pergunta incómoda.