Blog Widget by LinkWithin

2015-05-21

Consumo - Olga Savary

Onda há mar e toda a água havia
a insubmissa dona do meu dono
é mais que amor.

Trazes na língua o fulgor do dia
e anoiteço.

Desço até onde o amor te baste
e me farde
e amanheço.


Olga Savary (Belém, Pará, 21 de maio de 1933)