Blog Widget by LinkWithin

2012-06-21

Portugal nas meias finais do Euro... and that's beautiful!


Ai se Cristiano Ronaldo acertasse menos nos postes das balizas. Já são quatro... Golos: "apenas" três.

Na primeira parte, Portugal não assumiu, no campo, o favoritismo que lhe era atribuído; o jogo foi dividido e tacticamente fechado. Os jogadores a demonstrarem nervosismo e inadaptação ao estado escorregadio do campo. Oportunidades muito poucas... mas na parte final Portugal melhorou e esteve perto de marcar com um remate de Cristiano Ronaldo ... ao poste!

Postiga saiu lesionado mas este jogo até revelava características adequadas para Hugo Almeida. Na segunda parte, Portugal assumiu o jogo, dominou-o e as oportunidades sucediam-se. Cristiano Ronaldo... outra vez ao poste (de livre directo), Hugo Almeida... (ainda meteu a bola dentro da baliza aos 59' mas em posição irregular e não valeu), Nani...com um remate com selo de golo a ser desviado numa perna de um adversário e a sair por cima da baliza, Cech a defender grande remate de longe de João Moutinho (64'). Enfim começávamos a desesperar com a sorte, seja sina, seja Fado. Mas João Moutinho desmarca-se em velocidade para a linha de fundo pelo lado direito, após passe de Nani, e centra com Hugo Almeida a fazer-se ao cabeceamento mas a não chegar à bola, aparecendo Cristiano Ronaldo de trás, com balanço, a fazer um remate de cabeça excepcional. A bola bate no solo e desta vez nem Cech conseguiu evitar o golo de Portugal. Só faltavam dez minutos (mais os descontos) e foi tempo de trancas às portas. Entradas de Custódio (para o lugar de Nani) e de Rolando (para o lugar de Raúl Meireles). Também os checos, a perder, fizeram mais uma substituição (supostamente) ofensiva mas o melhor que conseguiram foi um pontapé de canto com o guarda-redes a incorporar-se na área ofensiva, a bola foi recuperada pelos portugueses e João Pereira em vez de tentar o lançamento para a baliza perdeu-se em fintas com um adversário...

Vitória justa em que Portugal deu a primeira parte de avanço... novamente não foi precisa a sorte para ganhar... mais do que justamente mas, mais uma vez, pela diferença escassa de um golo...

Ronaldo aumenta o score, ganha outra vez o título de "man of the match" mas tenho esperança de que ainda haja um jogo neste europeu em que marque mais golos do que as bolas que acerta nos postes....

Em tempos de crise financeira Portugal recuperou do financiamento (leia-se da derrota) nos quartos-de-final do Euro de 1996 (chapéu de Poborsky a Vítor Baía). Não cobramos juros... mas ainda temos hipóteses de melhorar o saldo da dívida se ganharmos as meias-finais (contra a Espanha ou a França, com quem também temos contas por ajustar). E quem sabe...já é tempo de termos um jogo de sorte... senão vejamos: a República Checa teve dois remates... Portugal teve vinte remates e nós ganhamos apenas por um golo de diferença!
video
Ficha do jogo:
Meias Finais do Campeonato da Europa de 2012
Estádio Nacional de Varsóvia
Árbitro: Howard Webb (ENG)
Rep. Checa: Petr Cech; Selassie, Sivok, Kadlek e Limbersky; Hübschman (Pekhart 86') e Plasil; Jirácek, Darida (Jan Rezek 61'), Pilar e Baros
Portugal: Rui Patrício, João Pereira, Bruno Alves, Pepe e Fábio Coentrão; Miguel Veloso, João Moutinho e Raul Meireles (Rolando 88'), Nani (Custódio 84'), Cristiano Ronaldo e Hélder Postiga (Hugo Almeida 41')

Golos: 0-1 Cristiano Ronaldo 79'

Disciplina:
26' Cartão Amarelo para Nani (Portugal).
27' Cartão Amarelo para Miguel Veloso (Portugal).
90' Cartão Amarelo para Limbersky (Rep. Checa).


0 comments: