Blog Widget by LinkWithin

2012-04-26

Eu Fui Um Louco... - Alexei Bueno

Eu fui um louco que viveu cem anos
Compondo um gigantesco manuscrito...
Madrugadas profundas de proscrito
Gastei sobre o papel dos meus enganos.

Memórias dos delírios mais insanos,
Razões petrificadas de algum grito,
Anotei, registrei, pus por escrito
Na chama congelada dos meus planos.

Quando enfim fui chegando junto à morte
Vi que tudo escrevera, e ri da sorte,
Que as páginas tocavam já nas sancas.

Foi aí que enxerguei, oh! dor distinta!
Que nunca na caneta houvera tinta,
E a morte entre um milhão de folhas brancas!

Extraído de Poesia Brasileira do Século XX, dos modernistas à actualidade
selecção, introdução e notas de Jorge Henrique Bastos
Edições Antígona

Alexei Bueno Finato nasceu no Rio de Janeiro a 26 de abril de 1963