Blog Widget by LinkWithin

2009-09-30

Bom Porto nos últimos vinte minutos foi suficiente para embriagar espanhóis em crise

Atlético de Madrid logo
FC Porto


2-0

Atlético Madrid



Falcão deu asas ao "dragão" ...


Depois do empate em casa na primeira jornada do Atlético de Madrid frente à equipa cipriota do Apoel e da derrota do Porto fora contra o Chelsea, este jogo revestia-se de primacial importância, podendo ser mesmo a "chave" para o portão da fase seguinte da Champions. Uma vitória (ainda que caseira do Porto) dar-lhe-ia um avanço considerável mesmo que seja (apenas) para o segundo lugar, considerando que os cipriotas não são deste campeonato e o Chelsea não vai desperdiçar (pelo menos em casa) a oportunidade de mandar no jogo frente a este mesmo Atlético de Madrid.

Pois bem, os espanhóis também perceberam e reconhecendo o mau momento da equipa apareceram no Estádio do Dragão fundamentalmente para colocar um ritmo baixo, trocar a bola no meio campo entre os seus jogadores (terminou o jogo com mais tempo de posse de bola...) e aguardar alguma oportunidade, mas com o espírito de que se repetissem o 0-0 da época passada não ficariam descontentes.

Na verdade o jogo foi-se arrastando, com ritmo lento e poucos momentos de emoção. O Porto deixou-se enlear numa toada morna, surpreendendo a pouca capacidade ofensiva, muito limitada a Hulk, com Belluschi pouco metido no jogo e com Raúl Meireles a surgir muitas vezes como o jogador mais avançado no Porto. Cedo (24') o Atlético teve de substituir o guarda-redes Roberto, reduzindo as suas opções futuras, mas não foi pela substituição que o Atletico de Madrid viria a perder até porque o jovem guarda-redes espanhol, De Gea, teve boas intervenções na segunda parte.

De destaque na primeira parte apenas uma jogada em que Raúl Meireles (44') surgiu isolado na frente e ainda finalizou (com a bola a bater no poste) mas já depois do árbito ter interrompido o jogo a sinal do assistente para marcar fora de jogo do portista (muito à queima...).

Na segunda parte os visitantes pareceram espevitar um tanto e dispuseram da melhor oportunidade de golo num cabeceamento frontal à vontade na sequência de um canto que já resultara de uma boa defesa de Helton a remate de Ujfalusi. Jesualdo Ferreira percebeu que tinha de fazer alguma coisa e substituiu Tomás Costa por Guarín. O jogador colombiano apareceu logo a protagonizar um remate perigoso para defesa do guarda-redes espanhol. O jogo espevitou, o público entrou no jogo (nem que fosse para assobiar a saída de Simão Sabrosa substituído por Maxi Rodrigues aos 69') .

O jogo mudou e o Porto marcou. Uma jogada de insitencia de Hulk que entrou na área pela quina direita rematou ao primeiro poste para defesa do guarda-redes mas a bola voltou aos pés do avançado portista que teve tempo de ameaçar voltar a rematar, mas preferiu dar para o meio onde Falcão de calcanhar anicou a bola nas malhas da baliza. Foi a explosão desejada e a certeza de que não se repetiria o resulatdo da época passada. As reacções no banco espanhol no sentido de alterar as coisas (Reyes entrou aos 89') nem tiveram tempo de produzir qualquer efeito já o Porto chegava ao 2-0. Canto da esquerda uma primeira cabeçada ao poste (Bruno Alves?) e com a baliza aberta Rolando só teve de empurrar. A vitória estava garantida e as portas já bem abertas (só muitas asneiras podem evitar o apuramento ... podendo até bastar só duas vitórias frente aos cipriotas).

O Atlético ainda teve uma oportunidade flagrante para reduzir quando Aguero falhou à boca da baliza um desvio duma bola cruzada da esquerda mas nem mesmo marcando o desígnio de equipa derrotada mudaria para um Atlético de Madrid em crise...

A arbitragem não teve problemas de maior, mas existiram dois lances dificeis: o do fora de jogo (que pooderia ser tratado como em linha com dúvidas favoráveis para a equipa que ataca...), e um lance na área portista de Álvaro Pereira com Aguero de possível. Porém se estamos aqui a falar em dois lances de dúvida ou de fronteira, como concluir doutra maneira senão dando nota bem positiva?

Ficha do jogo:
Estádio do Dragão, no Porto
Árbitro: Nicola Rizzoli (Itália)

FC Porto – Helton; Fucile, Rolando, Bruno Alves e Álvaro Pereira; Belluschi, Tomás Costa (Guarín, 66 m) e Raul Meireles; Mariano (Valeri, 90 m), Falcao (Farias, 87 m) e Hulk.

Suplentes: Beto, Sapunaru, Maicon, Guarín, Valeri, Dias e Farías.

A.Madrid – Roberto (De Gea, 25 m); Ulfalusi, Pablo, Juanito, Perea; Paulo Assunção; Cléber Santana, Jurado (Reyes, 79 m) e Simão (Maxi Rodriguez, 70 m); Aguero e Forlán.

Suplentes do At. Madrid: De Gea, Sinama-Pongolle, Antonio López, Reyes, Maxi Rodriguez, Ruben Pérez e Sérgio Rodriguez.
Golos: Falcão aos 75', Rolando aos 81'

Disciplina: 36' Cartão amarelo para Paulo Assunção (At. Madrid), por falta sobre Beluschi.
47' Cartão Amarelo para Perea (At. Madrid), por falta sobre Hulk.

Read More...

Champions League: Second Day Group phase - Zurich and Porto shone





Today, 01 October 2009
Group A Group B
Bayern Munchen0-0Juventus CSKA Moskva2-1 Besiktas
Bordeaux 1-0Maccabi HaifaMan. United 2-1Wolfsburg
Group C Group D
Milan 0-1Zürich Apoel0-1Chelsea
Real Madrid 3-0Marseille FC Porto 2-0At. Madrid

Standings
Group AGroup B
Bayern 24 3-0 Man. United263-1
Bordeaux 242-1Wolfsburg234-3
Juventus 221-1CSKA Moskva223-4
Maccabi Haifa200-4Besiktas 201-3
Group CGroup D
Real Madrid268-2Chelsea262-0
Zurich 233-5FC Porto232-1
Milan 232-2Apoel210-1
Marseille 201-5PSV 210-2


Yesterday, 30 September 2009
Group E Group F
Fiorentina2-0LiverpoolRubin Kazan1-1Inter
Debreceni 0-4Ol. LyonnaisBarcelona 2-0Dinamo Kyiv
Goup GGroup H
Unirea1-1StuttgartArsenal2-0Olympiakos
Rangers 1-4SevillaAz Alkmaar1-1Standard Liège

Standings

Group EGroup F
Ol. Lyonnais265-0 Barcelona242-0
Fiorentina 232-1Dinamo Kyiv223-3
Lverpool 231-2Inter221-1
Debreceni200-5Rubin Kazan212-4
Group GGroup H
Sevilla266-1 Arsenal265-2
Stuttgart 222-2Olympiakos 231-2
Unirea 211-3Standard Liège213-4
Rangers 212-5Az Alkmaar211-2

Read More...

When you go away / Quando Partes - W. S. Merwin

When you go away the wind clicks around to the north
The painters work all day but at sundown the paint falls
Showing the black walls
The clock goes back to striking the same hour
That has no place in the years

And at night wrapped in the bed of ashes
In one breath I wake
It is the time when the beards of the dead get their growth
I remember that I am falling
That I am the reason
And that my words are the garment of what I shall never be
Like the tucked sleeve of a one-armed boy

Portuguese version

Quando partes o vento roda para o norte
Os pintores trabalham todo o dia mas ao sol-pôr a tinta cai
Descobrindo as paredes negras
O relógio bate repetidamente a mesma hora
Que não tem lugar nos anos

E à noite acobertado na cama de cinzas
Acordo de repente
É a altura em que a barba dos mortos está a crescer
Eu recordo que caio
Que sou o culpado
E que as minhas palavras revestem o que nunca serei
Como a manga enrolada de um rapaz sem braço

Trad. José Alberto Oliveira, in Rosa do Mundo 2001 Poemas para o Futuro, Assírio & Alvim

William Stanley Merwin (n. New York City 30 Set. 1927 )

Read More...

Centenário de Artur de Sousa Pinga

Artur de Sousa Pinga foi um célebre jogador de futebol no Club Sport Marítimo do Funchal e no FC do Porto. Nasceu a 30 de Setembro de 1909 no Funchal ou seja há precisamente 100 anos, tendo falecido na cidade do Porto em 12 de Julho de 1963.

Foi 23 vezes internacional pela selecção portuguesa e 22 vezes campeão: três da Liga, duas nacional, uma de Portugal, 13 do Porto e três do Funchal. Era um jogador atacante com grande poder de remate. Terminou a carreira após uma cirurgia ao menisco, efectuada em Julho de 1946.

A cidade do Funchal atribuiu o seu nome a uma rua, perto precisamente da sede do Sport Club Marítimo. Nunca vi jogar o "Artur Pinga" porque nem sequer eu era nascido mas fica aqui a memória de um jogador que marcou uma época e que durante muitos anos foi considerado pela imprensa e pelos adeptos como o melhor futebolista português.

Read More...

Happy birthday Monica Bellucci

Monica Bellucci, Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Read More...

On this day in History - Sep. 30

Read More...

2009-09-29

Vamos ouvir outra vez para ver se percebemos alguma coisa?

video

Read More...

Champions League: Group Stage - Second Day: Fiorentina and Sevilla starred








Today, 30 September 2009
Group E

Group F
Fiorentina
2-0
Liverpool

Rubin Kazan
1-1
Inter
Debreceni
0-4
Ol. Lyonnais

Barcelona
2 0-
Dinamo Kyiv
Goup G

Group H
Unirea
1-1
Stuttgart

Arsenal
2-0
Olympiakos
Rangers
1-4
Sevilla

Az Alkmaar
 1-1
Standard Liège

Tomorrow, 01 October 2009
Group A

Group B
Bayern Munchen
-
Juventus

CSKA Moskva
-
Besiktas
Bordeaux
-
Maccabi Haifa

Man. United
-
Wolfsburg
Group C

Group D
Milan
-
Zürich
Apoel

Chelsea
Real Madrid
-
Marseille
FC Porto
-
At. Madrid

Read More...

O Último Reduto - Luís Miguel Nava

Naquilo a que chamamos eu há sempre um espaço inocupado, onde parece alimentar-se um mecanismo que de dentro de nós próprios se apostasse em escorraçar-nos, repelir-nos, algo cuja natureza nos é estranha e que não raro ocupa toda a nossa identidade. Vamos assim sendo confinados a um domínio que se exaure, a um território em progressiva retracção, que em breve se limita às mãos, aos lábios, ao rebordo de uma ferida, sendo na pele que inevitavelmente concentramos então tudo o que nos resta. Na pele é um modo de dizer: na roupa, nos adornos. São os brincos, as pulseiras e os anéis o que por vezes nos sustém, o que garante a nossa integridade, o último reduto contra esse mecanismo que de dentro de nós próprios nos rechaça e de que a pele, a plataforma a que, alarmados, então nos agarramos, é igualmente o carburante, numa duplicidade idêntica à de um livro cujas páginas entrassem e saíssem do espírito de quem o escrevesse.

(O Céu sob as entranhas)

in Antologia da Poesia Portuguesa Contemporânea, Um Panorama, Orrganização de Alberto da Costa e Silva e Alexei Bueno. Lacerda Editores

Luís Miguel de Oliveira Perry Nava (nasceu em Viseu, 29 de Setembro de 1957 — m. Bruxelas, 10 de Maio de 1995)

Read More...

Musical suggestion of the day: Giorni del Arco Baleno - Nicola di Bari

I Giorni dell'Arcobaleno
Nicola di Bari (born 29 September 1940 in Zaponetta, Apulia, Italia)

Read More...

On this day in History - Sep. 29

Read More...